Espaço de comunicaçom e crítica, onde a palavra se convirte na arma perfeita

segunda-feira, março 07, 2005

Pouco a pouco

Gostaria de agradecer publicamente a quem me tem incluido nas suas listagens de linques, já que graças a eles o meu blog está a ser visto cada vez por mais gente. Tenho a dizer que ainda nom controlo de todo o funcionamento e inclussom de cousas no blog. Desde hoje, os que nom me conheceram fisicamente podem-me ver nessa horrível foto tirada via tele-móvel que forneço. Quando tenha tempo de incluir linques incluirei os de todos os que poda e saiba. Obrigado a todas e todos.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Obrigada a ti :)

Sabela

10:20 da tarde

 
Blogger Ehus Mahot said...

Responso por umha academia
Xace eiquí unha Academia.
De nena atacouna a anemia
i acometeulle a diglosia.
Sempre foi inmovilista
e, ¡como non!, bilingüista.
Viviu en pura ortodosia
de costas pró seu país.
¡Sufriu arteroesclerosia
e morreu dun paralís...!

Manuel Maria. Responso por unha academia (Cantos rodados pra alleados e colonizados. Edicións Xistral. Colección Alexandre Bóveda. 2. Ponte Vedra. Maio de 1976. I.S.B.N. 84-85271-02-5).

Como parece ser que os gardans das esências pátrias, por meio de algumhas das suas diversas, varias e diferentes, organizaçons, vam estar sacando em processom, baixo pálio, a Manuel Maria todos os dias, domingos, santos e festas gardar incluidas, até que se cumpram os dez anos do seu passamento e podam convencer a um número suficiente dos membros da RAG para que lhe dediquem o Dia das Letras, e que parece que vai ser impossível escapar desta febre delirante de manuelmarianismo irracional, decidimos recuperar hoje este poesia sua, dedicada à essa academia empenhada em ser acadêmia, à que, por certo, ele, finalmente, accedeu, fazendo parte da mesma na sua última época. Cousas da vida!, que diria o Santo da mómia com a que já há tempo que poderiam estar feitas as croquetas.
Nós proponhemos que esta poesia se convirta no hino dos blogues galegos e reintegracionistas que no cibermundo, ou no blogomilho, som.

Outro dia faleremos do tema da normativa. Ainda que hoje quase o fazemos ; )

5:00 da tarde

 
Blogger Ivoninho said...

A verdade é que nunca fum mui dado à poesia, mas nom é má ideia o de fazer um algo identitário ao blogomilho

10:45 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home

Locations of visitors to this
page

Powered by Blogger